Bispo divulga novo comunicado a respeito da prevenção do coronavírus na diocese

Pastoral da Comunicação

17/03/2020

Na tarde desta terça-feira (17/03), Dom Benedito Gonçalves dos Santos, bispo diocesano, emitiu um novo comunicado com medidas de prevenção para serem aplicadas nas paróquias da Diocese de Presidente Prudente. Segue abaixo na íntegra o texto completo:

Comunicado

Aos Sacerdotes, Religiosos e Agentes de Pastoral da Diocese de Presidente Prudente

“Fraternidade e vida: dom e compromisso”

A Diocese de Presidente Prudente, neste ano celebrando seu jubileu de Diamante, ciente de que a vida é dom e compromisso, em comunhão com as orientações da mensagem da CNBB, “Tempos de Esperança e Solidariedade”, de 14/03/2020, à qual recomenda atenção e consideração irrestrita dos especialistas de saúde e autoridades competentes, tendo em vista o complexo quadro gerado pela pandemia do Coronavírus, ciente que as restrições não durarão para sempre, serve-se da presente para dar as seguintes orientações:

1. Sejam suspensos, em toda a Diocese, no âmbito de suas paroquias, capelas, comunidades, setores e em todos espaços eclesiais, as reuniões, acampamentos, grupos de oração, procissões e eventos que aglomerem pessoas;

2. As pequenas reuniões que são extremamente necessárias à vida comunitária e paroquial, sejam realizadas de modos breves, desde que os participantes higienizem as mãos;

3. A Igreja é essencialmente missionária, misericordiosa e acolhedora, assim todos têm direito a participarem livremente. Por isto suas portas estarão sempre abertas para acolher a todos, porém, fica facultativo às pessoas idosas, enfermos e outras mais vulneráveis ao Coronavírus, de participarem da Santa Missa. Essas pessoas estão desobrigadas a cumprirem o preceito de participação na Eucaristia. Não precisam ter peso de consciência por não participarem nesta situação. A vida é dom de Deus e precisamos cuidar dela.

4. Ficam dispensadas de participarem das celebrações eucarísticas as pessoas que apresentarem sintomas suspeito de Coronavírus;

5. Os sacerdotes que tiverem qualquer sintoma suspeito, não presidam a Eucaristia;

6. Os ministros/ministras que dirigem as celebrações da palavra nas capelas, comunidades ou setores, tendo qualquer sintoma de Coronavírus, não presidam as celebrações;

7. As celebrações não ultrapassem o tempo de 60 minutos, evitando assim que pessoas permaneçam por um longo período agrupadas;

8. Recomenda-se que aos idosos, enfermos e crianças, a participarem das Missas transmitidas pelos meios de comunicação. As paroquias se organizem através da PASCOM para transmissão de uma missa dominical, através das redes sociais e outros meios;

9. Nas celebrações, conforme já solicitado anteriormente, sigam as seguintes orientações: não dar as mãos na hora do Pai-Nosso, omitir o abraço da paz e distribuir a comunhão nas mãos.

10. Os agentes da Pastoral da Saúde, da Pastoral da Visitação, movimentos e serviços, evitem visitas a pessoas enfermas e vulneráveis. Só as realizem se forem solicitadas pela família e/ou pelo enfermo;

11. Os Ministros Extraordinários da Comunhão Eucarística evitem levar a Comunhão aos enfermos e idosos, em caso de extrema necessidade ou uma vez solicitado pela família e/ou enfermo; antes de realizar missão ou nas celebrações procurem lavar e higienizar as mãos;

12. Os sacristãos higienizem as mãos antes de prepararem o material litúrgico para as celebrações;

13. Nas recepções, sacristias, escritórios e sanitários paroquiais sejam disponibilizados álcool em gel e/ou sabão para higienizar as mãos;

14. Um cuidado especial dar-se-á nos velórios e exéquias. É preciso higienizar sempre as mãos e seguir as orientações da Vigilância Sanitária;

15. Neste tempo de quaresma, os mutirões de confissões sejam cancelados. Cada paróquia ofereça aos fiéis horários e meios adequados para as confissões individuais, sem aglomeração de pessoas; cuidando sempre da distância mínima entre confessor e penitente;

16. Para que todos tenham oportunidade de confessarem e prepararem para Páscoa, ficam autorizadas as celebrações comunitárias nas paróquias e capelas, com absolvição geral;

17. Especial cuidado devemos ter durante a Semana Santa deste ano. Lembremos, a caridade maior é o cuidado da vida. Por isso, deve-se cuidar para celebrar apenas o que é próprio da liturgia.

18. Para evitar o avanço da pandemia serão suspensas via sacras comunitárias, procissões e encenações, evitando assim aglomeração de pessoas;

19. Neste período de pandemia, não celebre a missa dos enfermos com a unção, evitando aglomeração de diversos enfermos. A unção individual deve ser sempre ministrada pelo sacerdote quando solicitada pelo enfermo e/ou familiares;

20. Nas celebrações da Paixão e Morte de Nosso Senhor Jesus Cristo, na Sexta-feira Santa, não se realize a procissão para o beijo na cruz. A cruz seja levantada pelo celebrante e todos, dos seus respectivos lugares, façam profunda reverência;

21. A Vigília Pascal deste ano seja realizada num tempo mais curto, para isso recomenda-se que sejam feitas apenas duas outras três leituras, não omitindo jamais a leitura do capítulo 14 do Êxodo;

22. Neste tempo de pandemia e turbulência exorto a todos a seguirem rigorosamente as orientações do Ministério da Saúde e também a unirem em oração pelas pessoas enfermas, de modo particular, as pessoas vitimas do Coronavírus, suplicando a Deus vida plena para todos.

23. As orientações acima têm como objetivo, promover e defender a vida; prevenir e combater o Coronavírus em nosso meio.

24. As recomendações têm validade por tempo indeterminado, podendo sofrer alterações e acréscimos de acordo com a necessidade.

Concluindo, suplico a Deus, fonte da vida, copiosas bênçãos e graças pela Igreja, por nossa Diocese, Paróquias e Famílias, de modo particular por aqueles irmãos em situação de vulnerabilidade, para que movidos de compaixão, nos aproximemos e cuidemos dele.

Deus, por intercessão da Virgem Maria, do glorioso São José e de Santa Dulce dos Pobres, nos abençoe e nos fortaleça, para que unidos, como família cristã, continuemos fiéis a nossa vocação e missão.

Assinado por Dom Benedito Gonçalves dos Santos, bispo diocesano.

Acesse o arquivo oficial da mensagem clicando aqui.

Comentários

  • Deus tende misericórdia de nós e do mundo inteiro Maria Passa a frente e cuida de tudo que não está ao nosso alcance passa a frente mãe querida amém - Caiabu SP postado em 18/03/2020 ás 07:48

    o que o nosso santo Deus abaixo o coronavirus, sagrado coração de Jesus eu confio e espero eh vós amém

  • Deus tende misericórdia de nós e do mundo inteiro Maria Passa a frente e cuida de tudo que não está ao nosso alcance passa a frente mãe querida amém - Caiabu SP postado em 18/03/2020 ás 07:46

    É realmente uma pena suspender as atividades mais é preciso salvar vidas se prevenindo contra esse mal terrível, mas Deus acima de tudo nada é maior do que o nosso santo Deus abaixo o coronavirus, sagrado coração de Jesus eu confio e espero eh vós amém

Deixe seu comentário!

Onda Viva